Espaço Zen: ambiente onde as crianças têm acesso a práticas de mindfulness
5 de março de 2018 Notícias, Portal
destaquew

Na atualidade, tudo é tratado com urgência, o que está aumentando o número de casos de estresse, tanto em adultos como em crianças. Além disso, a pressa e o desempenho de multifunções, comuns à contemporaneidade, resultam em um baixo nível de atenção, como comprovou um estudo publicado na revista Science, no qual pesquisadores da Universidade de Harvard (EUA) concluíram que, em 46,9% do tempo, as pessoas não estão atentas ao que fazem.

DSC_0067-3Na contramão dessa realidade, está a utilização de técnicas de relaxamento, que melhoram a concentração e, ainda, reduzem o estresse e a ansiedade.

Motivado por tais benefícios, o Colégio Notre Dame Ipanema adotou, na Educação Infantil, práticas de mindfulness – técnicas que visam atingir o estado de atenção plena.

Elas são aprendidas e exercitadas no Espaço Zen da instituição de ensino, inaugurado neste ano letivo e adequado à busca pela tranquilidade, dispondo de iluminação controlada, tapetes de yoga, rolinhos de massagem, pufes aconchegantes e sonorização ambiente.

DSC_0103 - Cópia-6O Espaço, explica a coordenadora Pedagógica da Educação Infantil, Ângela Parrilha, foi criado para que os educandos vivenciem momentos de relaxamento e de consciência corporal, além de exercícios de respiração. “É lugar de desacelerar, onde os estudantes podem entrar em outra sintonia”, comenta. É, ainda, um ambiente onde, com a prática do  mindfulness, as crianças obtêm múltiplos benefícios: maior tranquilidade do corpo e da mente, capacidade de responder ao mundo com mais calma e consciência, habilidade para perceber suas necessidades e recursos, inteligência emocional e resiliência.

Veja mais fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>