As Almas dos Livros
3 de janeiro de 2020 Notícias, Portal
detaque site

DSC_0162Os livros têm alma – literal e metaforicamente falando. No sentido denotativo, a expressão se refere ao local onde se encontram reunidos os cadernos, também conhecido como lombada. Subjetivamente, está nas dúvidas, nas certezas, nas inquietações, nas palavras e nos silêncios dos escritores e dos leitores.

Essa foi apenas uma das peculiaridades do universo literário que os estudantes do 7° Ano do Ensino Fundamental aprenderam, em um encontro com escritores que integram o grupo de criação literária do Instituto Estação das Letras. 

DSC_0077Organizado pela finalista do Prêmio Jabuti, Ninfa Parreiras, ele possibilita que os autores se encontrem, semanalmente, para estudar Literatura e ler, além, é claro, de escrever. Entre eles, estão Tânia Barroso, Pepita Sampaio, Miriam Ribeiro, Tatiana Kauss e o ilustrador Agostinho Ornellas, que estiveram no do Colégio Notre Dame Ipanema.

Durante a visita, os convidados versaram sobre as suas publicações, em especial  “Nuvem” – um livro de contos 100% artesanal que, lido pelos educandos, tem, entre os seus autores, a coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental II e integrante do grupo, Cristiane Granville.  

DSC_0050Após o bate-papo, os estudantes partiram para o Espaço Maker da instituição de ensino, onde, assessorados pela escritora e encadernadora Tatiana Kauss, confeccionaram seus próprios livros artesanais, reunindo textos de sua autoria que já integram o e-book do projeto “A Adolescência e seu Universo Particular” – idealizado pela docente de Língua Portuguesa, Marina Mourah, ele uniu leitura, escrita, cinema, workshop no iiLer-PUC, encontro com escritores e a produção do livro digital, que foi lançado durante a Mostra Científica Vivencial da etapa de ensino.

DSC_0034Segundo a coordenadora, foi um momento muito rico de construção de conhecimentos e de contraponto entre o digital e o artesanal. “Os estudantes ficaram encantados e curiosos pelo ofício do escritor, pelo fazer literário e pelo processo de concepção de um livro”, afirma Cristiane. “A experiência de alinhavar as páginas foi marcante, já que muitos deles nunca haviam pegado em uma agulha”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>